O samba sempre foi uma expressão muito viva em nossa cidade: aqui surgiu em 1934 uma das primeiras escolas de samba do país, a Turunas do Riachuelo; em 1939 a Feliz Lembrança, com berço na avenida Sete de Setembro. Muitas outras agremiações também marcaram época como Unidos do Mariano, Esquecidos da Orgia e Flor da Mocidade. Mais recentemente escolas como Castelo de Ouro, Juventude Imperial, Partido Alto, Unidos dos Passos, ente tantas outras, devem valiosa colaboração para o samba em nossa cidade. Blocos como Balaio de Gato, Domésticas de Luxo e Bloco do Beco também tem o seu espaço na história. E os mais novos podem até duvidar mas o carnaval juizforano já foi considerado o terceiro melhor do Brasil: isso aconteceu durante a década de 70, quando o desfile era na av. Barão do Rio Branco e os foliões se concentravam nas ruas Halfed, Marechal e São João. Nessa época as escolas apresentaram sambas que marcaram a memória da cidade. Alguns deles estão aqui registrados, abrangendo um período que vai de 1966 (com a antológica Mascarada Veneziana) até 1980 (com Pra tudo se Acabar a Quarta-feira). Muitos outros sambas de qualidade ficaram de fora mas, com certeza, figurarão em uma próxima antologia, que esperamos poder realizar. Outra expectativa nossa é a de que o retorno dos desfiles à Avenida Rio Branco e a vitória juizforana na escola carioca Portela estimulem nossos criadores populares e marquem uma retomada do carnaval na nossa cidade.

Durante este trabalho pudemos contar com o espirito de colaboração de todos aqueles envolvidos no projeto: dos compositores, dos músicos e dos intérpretes que, cientes da importância de registro de produção musical da cidade, contribuíram para sua efetivação. A todos eles os nossos agradecimentos.

Dois intérpretes, um destaque especial ao histórico turunense, Luizinho, digno representante de velha guarda, que empresta sua personalíssima voz no registro de sambas de sua escola, além de abrir o CD interpretando “Velhos Carnavais”, da Unidos dos Passos, agremiação com o qual também tem ligações afetivas. Luizinho, com sua dedicação de cinco décadas ao samba de nossa cidade, é um exemplo para todos nós. Este disco é uma homenagem a ele.

Faixas do CD

1- Velhos Carnavais
2- Mascarada Veneziana
3- Ao cair da noite encantada
4- Pra tudo se acadar na quarta-feira
5- O Circo
6- Carnaval do povo no mundo dos astros
7- Festão do Serro
8- Exaltação ao rio São Francisco
9- O carnaval através da comunicação
10- Canto à estrela
11- Festa folclóricas do Brasil
12- Zumbi, Rei Negro dos Palmares
13- Pernambuco Leão do Norte
14- É isso aí, nós temos